Ídolo do esporte emociona público de Ilhabela

30
abril, 2014
Notícias
1159
visualizações
Ampliar
14
Ampliar!
Imprimir!
Opções do post

Vocês viram e verão jogadores melhores do que eu, mas não viram e nem verão jogadores que treinaram mais do que eu, afirmou Oscar

Oscar Schmidt inaugura ginásio com seu nome em Ilhabela

“Sou o maior palestrante do Brasil: 2,05m”. Foi em tom de bom humor que se deu a palestra motivacional de Oscar Schmidt, maior ídolo do basquete brasileiro, em Ilhabela. Presente na cidade para prestigiar a inauguração do ginásio municipal que leva seu nome, o ex-jogador, que agora também é palestrante, deu uma aula sobre a vida na manhã do sábado, dia 26 de abril.

Com 32 anos de carreira – dos quais 20 foram na Seleção Brasileira de Basquetebol -, Oscar foi obrigado a se aposentar e se viu perguntando “o que vou fazer agora?”. Teve uma ideia: “vou ser palestrante!”. Mas, como a dedicação e o perfeccionismo sempre fizeram parte de sua vida, ele nao queria ser qualquer palestrante, queria ser o melhor. “Minha primeira palestra foi horrível!”, conta Oscar entre risos, após assistir o vídeo e perceber que tinha inúmeros vícios de linguagem. Mas ele não desistiu, foi estudar para se aprimorar e continua em busca de falar o “bom português”, que afirma ser algo bem difícil. Nessa nova carreira, já se foram mais de 600 palestras para mais de 300 empresas.

Por mais de uma hora e meia, ele falou sobre como usar a Obstinação para vencer os obstáculos da vida, abordando 5 valores importantíssimos em sua vida: Visão, Decisão, Time, Obstinação e Paixão (o último, considerado por ele fundamental para tudo na vida). Ele afirma que foram estes pilares que o transformaram no jogador que todos os times queriam contratar. Conta também que a Seleção Brasileira foi a coisa mais importante que aconteceu em sua vida, mas quando o assunto é time, ele aponta sua esposa, Cristina, como o grande time em que jogou. Nos 38 anos de casamento, foi ela quem cuidou dos dois filhos (de quem Oscar fala todo orgulhoso) e da casa enquanto ele treinava muito para ser um grande jogador, no Brasil ou no exterior (o jogador passou por times da Europa e Estados Unidos durante a carreira). “Vocês viram e verão jogadores melhores do que eu, mas não viram e nem verão jogadores que treinaram mais do que eu”, orgulha-se.

E foi falando sobre ousadia, coragem, confiança, busca pela perfeição e patriotismo que Oscar emocionou a plateia de mais de 200 pessoas, que lotaram o pátio da Escola Municipal Eurípedes da Silva Ferreira – que fica ao lado do novo ginásio, na Barra Velha. Ao final da palestra, o público se levantou para cantar o hino nacional, devolvendo a emoção para o ex-atleta. Ele finalizou falando de seu problema de saúde, que preocupou a todos os brasileiros recentemente, mais uma vez dando um belo exemplo de determinação e superação. Ficaram duas mensagens finais, para a reflexão de todos: “O futuro so vira realidade se você estiver preparado quando a chance aparecer”, disse. “Eu posso fazer o que eu quiser, se eu quiser de verdade”.

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a comentar.

Responda

aqui da pra colocar mais informações