Dia Mundial de Limpeza de Praias e Rios

15
setembro, 2014
Notícias
2233
visualizações
Ampliar
14
Ampliar!
Imprimir!
Opções do post

No dia 20 de setembro, Ilhabela participa mais uma vez do evento global e reforça a importância da participação da população local para a limpeza de 27 pontos do arquipélago

Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias em Ilhabela

No próximo sábado, dia 20 de setembro, Ilhabela participará da ação pelo Dia Mundial de Limpeza de Praias e Rios. A partir das 8h da manhã, os voluntários começam a recolher lixo em diversos pontos na cidade. A ação é organizada globalmente pela ONG americana The Ocean Conservancy, e busca promover a educação ambiental e mudanças de hábito quanto ao descarte de resíduos, além da valorização dos rios e oceanos e a integração entre as pessoas em torno de um bem comum: o Planeta Terra.

A ação está sob a coordenação do Parque Estadual de Ilhabela e tem apoio da Prefeitura de Ilhabela, por meio das secretarias do Meio Ambiente, da Educação, da Saúde e de Serviços Municipais.

É a 13ª vez que Ilhabela participa do evento. No ano passado, foi retirada quase uma tonelada de lixo em 12 pontos da cidade percorridos por 119 voluntários. Segundo o integrante do Programa de Apoio à Pesquisa do Parque Estadual, Marcos Aurélio Alves Nascimento, a estimativa para este ano é envolver 250 voluntários que deverão abranger 27 pontos da cidade.

Pontos de ação

O Dia Mundial de Limpeza de Praias e Rios em Ilhabela envolverá sete pontos dentro do Parque Estadual – Trilha do Baepi, Trilha da Água Branca, Estrada de Castelhanos, Trilha do Gato, Cachoeira do Três Tombos, Trilha do Veloso e a Trilha do Bonete -, além das praias de Barra Velha, Perequê, Itaguaçu, Armação, Sino, Siriúba, Portinho, Vila, Bonete, Castelhanos, Pedras do Sino, Barreiros e dos bairros Camarão e Itaquanduba.

Todo o lixo retirado será catalogado, pesado e fotografado antes de seguir para o Centro de Triagem de Resíduos. Os dados coletados pelos coordenadores serão enviados para o Centro de Conservação dos Oceanos (Ocean Conservancy) para análise estatística que será encaminhada para a ONU, responsável pela Comissão Intergovernamental Oceanográfica (IOC). O objetivo é, com base nos resultados mundiais dessas análises, convencer os países a se tornarem signatários do “Marpol Treaty“, um tratado internacional de controle de poluição marinha.

Os interessados em participar da ação podem entrar em contato com Marcos Aurélio no Parque Estadual, pelo telefone (12) 3896-2660. Aos voluntários é recomendado levar protetor solar, repelente, boné, e ir com um calçado confortável.

Antes da ação, nesta quinta-feira (18/9) às 19h, a bióloga Amanda Fernandes do projeto “Tartatugas da Ilha” ministra a palestra Impacto do Lixo Marinho na Vida das Tartarugas”, na sede do Parque, à Praça Coronel Julião de Moura Negrão, nº 115 – Vila. A palestra é gratuita e aberta ao público.

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a comentar.

Responda

aqui da pra colocar mais informações