20
Aug
2018

O que fazer no Parque Estadual de Ilhabela – dicas de passeios

17
julho, 2018
Dicas
1258
visualizações
Ampliar
14
Ampliar!
Imprimir!
Opções do post

Trilhas, cachoeiras, praias isoladas… veja nossas dicas de passeios e descubra o que fazer no Parque Estadual de Ilhabela, paraíso para o ecoturismo

Mirante de Castelhanos no Parque Estadual de Ilhabela (Imagem: Acervo Ilhabela.com.br)

Mirante de Castelhanos no Parque Estadual de Ilhabela (Imagem: Acervo Ilhabela.com.br)

O Parque Estadual de Ilhabela foi criado em 1977 e abrange 85% do território do arquipélago. Além da fauna e da flora, o parque estadual tem em seus domínios oito dos dezoito núcleos caiçaras de Ilhabela.

O parque tem por objetivo garantir a proteção dos remanescentes da Mata Atlântica, incluindo toda a região da Ilha de São Sebastião, seu canal e as pontas das Canas e da Sela.

Ilhabela é um destino tão versátil que pode ser visitado o ano todo, especialmente pelos apaixonados pelo ecoturismo e pelo turismo de aventura que encontram em sua natureza plena, razões para descobrir cada vez mais.

O que fazer no Parque?

Esta unidade de Conservação de Proteção Integral abriga 12 Ilhas, três ilhotes, três lajes e um parcel – leito de mar de pouca profundidade.

Praia do Bonete em Ilhabela (Imagem: Shutterstoch

Praia do Bonete em Ilhabela (Imagem: Shutterstock)

O parque tem trilhas a pé, trilha de jipe (pra castelhanos), cachoeiras, birdwatching – são inúmeras espécies de pássaros, como os tucanos, maritacas, tiê-sangues, macucos, gaviões, jacus e jacutingas – são mais de 320 espécies de aves catalogadas.

A ilha também é porto seguro para diversas espécies marinhas e migratórias, que vêm dos mais distantes locais da Terra.

Saíra Sapucaia - Birdwatching (foto: Secretaria de Turismo de Ilhabela)

Saíra Sapucaia – Birdwatching (foto: Secretaria de Turismo de Ilhabela)

Também é uma excelente oportunidade para contemplar os animais nativos da mata atlântica como o macaco-prego, a paca, lontras, a jaguatirica e o caxinguelê.

Mais de 250 cachoeiras, formam piscinas naturais, muito próximas às praias exuberantes.

Trilhas

Picos de montanha que chegam a aproximadamente 1.300 metros de altitude cobertos por Mata Atlântica, um ambiente perfeito para a prática de várias atividades outdoor, como caminhadas em trilhas e surf, e além disso é considerado o paraíso da vela e do mergulho. Entre os picos desta ilha oceânica destacam-se o Baepi (1.025 metros), o do Papagaio (1.037 metros) e o de São Sebastião (1.379 metros), todos localizados na ilha de São Sebastião, a maior do arquipélago.

Trilha - Parque Estadual de Ilhabela - Da.Ma.Ta Ecoturismo

Trilha no Parque Estadual de Ilhabela (Imagem: Da.Ma.Ta Ecoturismo)

Trilha do Bonete – Conhecida mundialmente como uma das praias mais belas, o acesso é feito por mar ou por uma trilha de 15 km, que começa no borrifos e termina no Bonete, passando por diversas cachoeiras. Lá não existe luz elétrica, a luz vem de um gerador da comunidade, a qual é isolada do resto da Ilha, com seus costumes próprios. Apesar de bem marcada a trilha exige boa forma física para encarar subidas e terreno acidentado durante as quatro a cinco horas de percurso.

Trilha de Castelhanos – Possui 22 km, que constituem a estrada que corta o Parque Estadual de Ilhabela. Pode ser percorrida a pé, de bicicleta e também de automóvel, dependendo da condição da estrada. Cortando regatos, morros e toda a mata, em cerca de seis horas de caminhada chega-se a Praia de Castelhanos. Com ondas agitadas, e enorme faixa de areia branca que cobre os seus 2 km de extensão, a praia conta ainda com dois riachos de água transparente.

Praia de Castelhanos vista do alto (imagem: Marco Yamin)

Praia de Castelhanos vista do alto (imagem: Marco Yamin)

Trilha do Pico do Baepi – Grande dificuldade, o trajeto leva quatro horas de caminhada até atingir-se os 1.058 metros de altitude, de onde pode se avistar a panorâmica da cadeia de montanhas da Ilha, o canal de São Sebastião e boa parte da Serra do Mar. Esteja acompanhado de um guia com experiência e conhecimento da região e não se esqueça de pedir autorização da administração do parque para subir.

Trilha do Pico de São Sebastião – Ao sul da ilha, esta trilha leva ao ponto mais alto do arquipélago, atingindo 1.379 metros. Apenas guias experientes percorrem esta parte da ilha, pois diversas trilhas de caçadores tornam o caminho muito difícil. Requer bom condicionamento físico e tem duração aproximada de oito horas.

Trilha da Cachoeira da Lage Preta – A Véu da Noiva ou Laje Preta é uma cachoeira que fica a leste da Ilha, em Castelhanos. Por ser de difícil acesso apenas um guia ou morador local com prática em ir até o final da cachoeira. A caminhada dura cerca de duas horas.

Ecoturismo Ilhabela - Cachoeira da Laje (Foto: Ilhabela.com.br)

Cachoeira da Laje (Imagem: Acervo Ilhabela.com.br)

Trilha da Água Branca – Esta trilha está situada no início da estrada de Castelhanos, uma trilha de fácil acesso, onde é possível contemplar inúmeras espécies de pássaros, como o tangará, o trinca-ferro, a araponga e o pica-pau. Bem localizada, possui uma guarita no início dos limites do parque. Três caminhos conduzem à cachoeiras de águas límpidas, formando piscinas e duchas e área de piquenique.

Trilhas das Praias Mansa, Vermelha e Figueira – Esta trilha é perfeita para quem deseja chegar às praias: partindo de Castelhanos, através do lado sul da Baía. São 30 minutos até a primeira praia, fazendo uma pequena pausa. Através da mata, seguindo por mais 45 minutos, chega à praia Vermelha. Com mais duas horas fica a praia da Figueira. As três possuem encantadores habitats naturais da fauna e flora da Mata Atlântica e de comunidades ribeirinhas que comercializam pesca e artesanato.

Trilha da cachoeira dos Três Tombos – De fácil acesso, esta trilha tem a extensão de menos de 500 metros, na entrada do bairro da Feiticeira. Pode-se visitar as três quedas da cachoeira local.

Trilha do Poço – Fica no final da estrada ao norte da ilha. Após a praia do Jabaquara, seguindo por quatro horas em uma trilha próxima à costeira atinge-se a praia do Poço, onde uma cascata despenca nas areias, formando uma piscina de água doce.

Praia do Poço em Ilhabela

Praia do Poço em Ilhabela

Trilha do Veloso – está localizada no sul da Ilha, tem duração aproximada de 40 minutos, mas vale a pena o esforço. Seu principal atrativo é a queda d’água com aproximadamente cinquenta metros de altura, formando um poço de cerca de setenta metros quadrados e profundidade média de um metro e setenta.

Trilhas das praias da Serraria, Caveira, Guanxumas e Eustáquio – A praia da Serraria é composta de uma comunidade tradicional simples e pequena. Partindo dela percorre-se uma hora até a praia da caveira, podemos dizer que é uma praia deserta, belíssima. Com uma caminhada de 40 minutos até a praia de Guanxumas, povoada também com uma comunidade tradicional, e, em mais 20 minutos até a praia do Saco do Eustáquio, bem estruturada de bares e restaurantes, movimentada e ótima para a prática do mergulho.

Serviço

O Centro de Visitantes do Parque Estadual de Ilhabela funciona de segunda a sexta das 8h às 17h. Aos finais de semana, das 15h às 21h, na Praça Coronel Julião de Moura Negrão nº 115 – Centro (Vila) – Ilhabela – SP. Fones: (12) 3896-2585 / 3896-1646. Acesse: www.ambiente.sp.gov.br/fundaçãoflorestal

Ilhabela tem cantos e recantos escondidos, por que não desvendá-los? Vamos pra Ilhabela? Com o Hotel Urbano, viajar é possível!

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a comentar.

aqui da pra colocar mais informações