22
May
2019
26
julho, 2014
Notícias
1365
visualizações
Ampliar
14
Ampliar!
Imprimir!
Opções do post

A sexta-feira foi de muita chuva e ventos fortes em Ilhabela, para alegria dos velejadores. Confira os resultados gerais de cada classe

veleiro zeus ilhabela sailing week

As classes S40, C30, IRC, ORC, RGS, RGS Cruiser e Clássicos realizaram ontem (sexta, 25) apenas uma regata de percurso médio. A intenção era realizar também uma regata barla-sota, mas a posição do vento não permitiu. Com isso, a raia foi reorganizada para o percurso, com largada em frente ao Yacht Club de Ilhabela, seguindo para o Sul da ilha, onde contornaram um farolete, retornaram à bóia ao Norte e chegaram de volta ao YCI.

Na S40, a chegada de hoje foi emocionante, e os dois primeiros veleiros cruzaram a linha de chegada com uma diferença de 8 segundos. Velejando casco a casco, o Carioca chegou à frente do Pajero Mitsubishi, mas o segundo colocado de hoje mantém a liderança da classe. Na C30, a vitória de hoje ficou com a CA Technologies, mas no total acumulado a liderança ainda é do Zeus Team, que chegou em segundo na regata de médio percurso. Na HPE, a vitória de hoje ficou com o veleiro Take Ashauer, e a liderança continua com Ginga. Na IRC o veleiro Rudá precisa apenas completar uma das provas do sábado para conquistar a vitória na classe. Enquanto isso, na ORC Geral, três veleiros seguem mais próximos na luta pelo título, o Seu Tatá, Lucky V e Ângela Star VI.

A previsão para o sábado, dia decisivo da Ilhabela Sailing Week, é de ventos fracos na direção sul, entre 3 e 4 nós, abaixo de 8 km/h, o que pode dificultar a realização das regatas finais. A largada está mantida para o meio-dia, com tendência de trajetos barla-sota (boia a boia) para todas as classes.

Barco encalha e 19 são desclassificados

O veleiro Samsara, um Skipper 30 da classe ORC, teve um contratempo ontem e acabou encalhado em uma laje próxima à Praia do Veloso, sul de Ilhabela, durante a regata de percurso médio desta sexta-feira. O comandante Fabrício Ness e a tripulação catarinense deixaram o barco resgatada por outras embarcações sem qualquer risco, mas o veleiro permanece encalhado. A intenção era fugir da correnteza do meio do Canal de São Sebastião, mas a embarcação acabou ultrapassando o limite da raia estipulado pela Comissão de Regatas. Ao todo, dezenove barcos foram desclassificados por utilizarem a mesma tática para escapar da correnteza.

Veja abaixo os demais resultados de sexta e o total acumulado de todas as classes.

S40

Sexta regata – 1.- Carioca (Roberto Martins)

Acumulado
1.- Pajero (Sérgio Rocha) – 7 pp (2+[3]+1+1+1+2)
2.- Carioca (Roberto Martins) – 9 pp (1+[4]+3+2+2+1)
3.- Crioula 29 (Samuel Albrecht) – 13 pp ([3]+2+2+3+3+3)

C30

Sexta regata – 1.- CA Technologies (Marcelo Massa)

Acumulado
1.- Zeus (Inacio Vandersen) – 8 pp ([3]+1+2+2+1+2)
2.- Relaxa Next Caixa (Roberto Mangabeira) – 16 pp (2+[7]+1+1+5+7)
3.- Caballo Locco (Mauro Dottori) – 16 pp ([5]+2+4+5+2+3)

HPE

Sexta regata – 1.- Take Ashauer (Marcos Ashauer)
Sétima regata – 1.- Ginga (Breno Chvaicer)
Oitava regata – 1.- Ginga (Breno Chvaicer)

Acumulado
1.- Ginga (Breno Chvaicer) – 12 pp (1+1_+4+2+2+[9]+1+1)
2.- Atrevido (Fábio Bocciarelli) – 26 pp ([23]+10+3+1+1+2+2+7)
3.- Take Ashauer (Marcos Ashauer) – 30 pp (3+4+6+6+[23]+1+4+6)

ORC A

Sexta regata – 1.- Angela VI (Peter Siemsen)

Acumulado
1.- Seu Tatá (Paulo Cesar Haddad) – 7 pp (2+2+1+1+1+[5])
2.- Angela VI (Peter Siemsen) – 9 pp ([3]+1+2+2+3+1)
3.- Lexus/Chroma (Gustavo Crescenzo) – 11 pp (1+[4]+3+3+2+2)

ORC B

Sexta regata – 1.- Ventanero (Renato Cunha)

Acumulado
1.- Lucky V – 7 pp ([4]+1+1+1+1+[3])
2.- Absoluto (Pedro Prosdócimo Neto) – 14 pp (3+[4]+4+3+2+2)
3.- Santa Fé V (Nélson Ávila Thomé Jr.) – 17 pp (1+2+2+5+7+[10])

ORC C

Sexta regata – 1.- Rocket Power (Luiz Augusto Lopes de Castro) –

Acumulado
1.- Bravísismo 4 – 5 pp (1+1+1+1+1+[6])
2.- Rocket Power (Luiz Augusto Lopes de Castro) – 12,5 pp (4+3+3+2,5+3+1)
3.- Prozak (Márcio Finamore) – 13,5 pp (3+2+2+2,5+4+ [6])

ORC Geral

1.- Seu Tatá – 14 pp (5+6+1+1+1+[19])
2.- Lucky V – 14 pp ([7]+1+3+3+3+4)
3.- Angela VI – 17 pp ([10]+4+2+5+5+1)

IRC

Sexta regata – 1.- Rudá (Guilherme Hernandes)

Acumulado
1.- Rudá – 5 pp ([1]+1+1+1+1+1)
2.- Mandinga (Jonas Penteado) – 11 pp (2+2+2+2+[3]+3)
3.- Terroso (Carlos Augusto Matos) – 13 pp ([3]+3+3+3+2+2)

RGS A

Sexta regata – 1.- Quiricomba (Marinha)

Acumulado
1.- Montecristo (Julio Cechetto) – 18 pp (2+[7]+2+4+2+1)
2.- Quiricomba – 13 pp (8+2+1+1+1+[11])
3.- Fram (Felipe Aidar) – 17 pp (1+3+6+[7]+5+2)

RGS B

Sexta regata – 1.- Total Balance (Sérgio Klepacz)

Acumulado
1.- Total Balance – 5 pp (1+1+[13]+1+1+1)
2.- Bruxo (Luiz Schaefer) – 13 pp (2+2+1+5+3+[6])
3.- Albatroz (Marinha) – 18 (3+6+2+2+5+[13])

RGS C

Sexta regata – 1.- Azulão (Marcelo Polonio)

Acumulado
1.- Azulão – 7 pp (1+2+2+[4]+1+1)
2.- Xiliki (Renato Bosso)- 11 pp ([5]+3+1+3+2+2)
2.- Garrotilho (Paulo Linhares) – 12 pp (2+1+3+2+[16]+4)

RGS Cruiser

Sexta regata – 1.- BL3 (Clauberto Andrade)

Acumulado
1.- BL3 (Clauberto Andrade) – 10 pp (1+3+4+1+1)
2.- Jambock (Marco Aleixo) – 18 pp (3+2+5+2+6)
2.- Boccaluppo (Claudio Meranagno) – 23 pp (8+4+1+6+4)

RGS Geral

1.- Azulão – 31 pp (4+4+14+5+4)
2.- Montecristo – 37 pp (21+6+6+3+1)
3.- Xiliki – 38 pp (6+3+12++8+9)

Por equipes

1.- Escola Naval (Bijupirá/Breklé/Dourado/Quiricomba) – 131 pontos
2.- Iate Clube de Santos (Chroma/Pi/Ciao/Saba) – 158 pontos
3.- Charitas (Lucky V/Santa Fé V/Albatroz/Zeppa) – 173 pontos
4.- Yacht Club de Ilhabela (Orson/Fantasma/Kanibal/Jazz) – 204 pontos

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a comentar.

aqui da pra colocar mais informações