23
Aug
2019

Conheça os campeões da Semana Internacional de Vela de Ilhabela 2019

22
julho, 2019
Notícias
310
visualizações
Ampliar
14
Ampliar!
Imprimir!
Opções do post

Pajero conquista 11º título da Semana Internacional de Vela de Ilhabela. Conheça os campeões em todas as classes, definidos no último sábado, 20 de julho.

Pajero - Campeão da Semana Internacional de Vela de 2019 em Ilhabela

Terminou no último fim de semana a 46ª edição da Semana Internacional de Vela de Ilhabela, o maior evento de vela oceânica da América Latina. Depois de uma semana colorindo o Canal de São Sebastião, os mais de 120 veleiros participantes e os amantes do esporte de vela puderam conhecer os vencedores da competição, que teve dias de calmaria e outros de muito vento e agitação no mar.

A vitória não foi fácil, mas o barco Pajero conquistou o seu 11º título em Ilhabela. O barco comandado por Eduardo Souza Ramos protagonizou o duelo mais acirrado da semana com o Crioula, de Renato Plass, na classe ORC, dando o tom da competição. A vitória só foi garantida neste sábado (20), com as últimas duas provas.

As condições climáticas inconstantes, com ventos que oscilaram de brisas leves a rajadas de 22 nós durante a semana, voltaram a desafiar os velejadores neste sábado. Sob vento fraco, abaixo de 5 nós em alguns momentos, a comissão de regatas conseguiu realizar duas regatas para as classes ORC, IRC e HPE-25. As demais classes tiveram apenas uma regata para decidir o título.

Entre o Pajero e o Crioula, campeões da Semana de Vela em 2017 e 2018, respectivamente, a disputa foi equilibrada do início ao final. O Pajero manteve a regularidade e venceu as provas deste sábado (20), acumulando quatro vitórias, dois segundos lugares e um terceiro lugar.

“Foi uma competição incrível! Estou muito feliz por tudo e espero continuar competindo por muitos anos aqui na Semana de Vela. A sensação é ótima”, comemorou Eduardo Souza Ramos. “O último dia de regatas foi bem comprido. Foi o dia em que a comissão de regatas conseguiu fazer duas provas, uma no sul e outra no leste. Vencemos as duas, e foi um excelente final de competição”, completou o tripulante Ricardo Costa.

O Crioula, com o atleta olímpico Samuel Albrecht a bordo, teve desempenho parecido. A equipe campeã de 2018 manteve-se “na cola” do líder durante toda a competição. “Foi uma semana ótima, bem disputada. Tivemos uma briga muito bonita com o Pajero. No fim eles levaram a melhor e estão de parabéns”, disse Fabrício Streppel, do Crioula.

Ventos fortes na Semana de Vela de Ilhabela (foto: Edu Grigaitis)

Virada emocionante na IRC

Na classe IRC, a decisão, de virada, foi levada até a última perna no popa já na chegada. Quem ficou com a vitória foi o Rudá, que começou o dia com a missão de tirar os dois pontos de desvantagem para o líder Inaê 40. “A disputa de hoje foi incrível. O Inaê estava velejando super bem, e o Danadão é o barco dos atuais campeões brasileiros. Na última regata conseguimos cruzar a chegada apenas quatro segundos antes do Danadão e foi muito emocionante. Foi uma das Semanas de Vela mais incríveis que já tivemos”, festejou o comandante Mário Martinez.

Timoneiro do vice-líder Danadão, Maurício Santa Cruz definiu a semana como difícil, devido aos ventos irregulares que impediram a realização da regata Alcatrazes por Boreste Marinha do Brasil. Mas elogiou o trabalho da organização do evento. “Ficamos um pouco atrasados, com as regatas, mas a organização da Semana de Vela é muito boa, os juízes conseguiram fazer boas regatas. Agora é preparar o barco para disputa da prova Santos-Rio”, destacou Maurício, mais conhecido como Santinha, campeão mundial de J24. O Danadão ainda ficou com o título da IRC A.

Bicampeonato e homenagem ao ícone da vela entre os Clássicos

O Madrugada conquistou o título da competição entre os Clássicos pelo segundo ano consecutivo, após mais uma campanha impecável, liderando a disputa de ponta a ponta. O barco comandado por Niels Rump é considerado um dos ícones da vela oceânica brasileira. Desta vez, a tripulação viveu a experiência de receber como troféu uma réplica do modelo do seu próprio veleiro.

Madrugada Pajero - Campeão da Semana Internacional de Vela de 2019 em Ilhabela

“Esta semana foi muito emocionante para nós, por termos tido o barco homenageado pelo evento. É muito bom ter essa conquista, ajudando a incentivar as novas gerações a velejar”, destacou o comandante Niels Rump.

As competições terminaram, mas a programação cultural continua a todo vapor até o fim do mês. Clique aqui pra ver a agenda de palestras, exposições e shows de julho em Ilhabela

Vitória caseira na C-30

O título da C-30 ficou em casa, com o veleiro Caballo Loco, que liderou a competição de ponta a ponta. Mas travou uma disputa bem equilibrada com o Kaikias e o Katana. Neste sábado (20), garantiu a vitória com um quinto e um segundo lugar nas últimas regatas.

Caballo Loco - Campeão da Semana Internacional de Vela de 2019 em Ilhabela

Mauro Dottori, comandante do barco e diretor de vela do Yacht Club de Ilhabela, falou sobre o final da competição e fez um balanço da Semana de Vela. “A regata de hoje foi difícil. Tivemos um vento sul entrando pelo canal no começo da prova, um vento muito fraco. A segunda prova praticamente foi anulada para os C-30 e os HPE-25. Aí o Cuca, como sempre com uma fé impressionante, cheirando o vento, levou a gente para o leste e conseguiu fazer uma última regata, com vento soprando em 12 ou 13 nós”, explicou Mauro. “O mais gostoso é terminar o evento com esse astral, com esse visual lindo de Ilhabela. É só pra gente ter vontade de fazer logo a próxima edição”.

Domínio consolidado na HPE-25

Favorito ao título da HPE, o Ginga conquistou o sexto título da Semana Internacional de Vela de Ilhabela. A equipe liderada por Breno Chvaicer teve como trunfo o entrosamento, a técnica e o conhecimento das raias de Ilhabela, e conseguiu manter a regularidade durante toda a semana.

“O que mais pesou para a nossa vitória foi essa regularidade. Ganhamos apenas duas das seis regatas. Mas, em compensação, fizemos três segundos lugares e um terceiro”, apontou o comandante Breno Chvaicer.

Ginga  na Semana de Vela de Ilhabela (foto: Marcos Mendez)

Duas décadas depois, bicampeonato na Bico de Proa

O Bacanas IV retornou à Ilhabela após mais de vinte anos para vencer todas as regatas da Semana de Vela e ficar com o título da competição, na classe Bico de Proa A. A vitória teve um significado especial para a tripulação, campeã do evento em 1994. “Faz mais de vinte anos que estivemos aqui da última vez e gostamos muito desta competição. A comissão de regata é boa pra caramba, fazendo a largada na hora certa, na raia certa. Não tem como dar errado, tivemos ótimas provas”, elogiou o comandante Christian Lundgren. “Havia um barco mais veloz que o nosso, mas compensamos nas manobras e nas táticas. Gostamos muito das velejadas aqui.”

Na categoria Bico de Proa B, o H2Orça de Hilpert Zamith foi o campeão. E o Newport de Ruy Mendes Vita confirmou o favoritismo na Bico de Proa C, com três vitórias e dois segundos lugares.

Estreia

A classe Mini Transat 6.50 foi a estreante da 46ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela. Os barcos de apenas 21 pés, próprios para longas travessias oceânicas e resistente às condições mais severas do clima, mostraram bom desempenho nas raias da ilha. O título ficou com o Daddy-O, de José Carlos Rodrigues de Souza, o Crispim, presidente da categoria no Brasil.

Barco de Lars Grael e Maya Gabeira venceu regata Ilha de Toque-Toque

A Semana de Vela de 2019 teve vários estreantes! Das 120 equipes inscritas na competição, várias disputaram pela primeira vez uma regata de percurso longo, realizadas no dia 15. Entre eles, o destaque ficou por conta da surfista de ondas gigantes, Maya Gabeira, que viveu a experiência de vencer a prova Ilha de Toque-Toque, a bordo do BMW Motorrad, da classe ORC, barco comandado pelo atleta olímpico Lars Grael.

BMW Motorrad na Semana Internacional de Vela de 2019 em Ilhabela

Apesar do vento fraco, as condições favoreceram o BMW Motorrad na prova de 25 milhas náuticas, de acordo com Maya Gabeira. “O barco anda bem no contravento, e tivemos muita maré contra em 80% do percurso. Fizemos uma boa estratégia de regata, andamos super bem. Chegamos rápido na ilha de Toque-Toque e ficamos numa boa posição até o fim. Estamos super animados”, analisou Maya.

“Tivemos uma corrente contra, que fez com que deixássemos a flotilha perto da terra, arriscando perto das praias e pedras. Diversas manobras nada fáceis de se fazer”, explicou Lars Grael, comandante do BMW Motorrad. “Foi uma regata tecnicamente complicada, mas agradável, apesar do baixo tempo. Conseguimos a primeira posição na classe ORC, um resultado bastante gratificante pra nós”.

Também tem cinema em Ilhabela até o dia 28 de julho. Clique aqui para ficar por dentro da programação completa. É grátis, na Vila!

Conheça todos os campeões da Semana Internacional de Vela de Ilhabela 2019

ORC – Pajero
ORC A – Pajero
ORC B – +Bravíssimo

IRC – Rudá
IRC A – Danadão
IRC B – Asbar IV

RGS – Zeus
RGS A – Zeus
RGS B – BL3 Urca
RGS C – Aquarius

BDP A – Bacanas IV
BDP B – H2Orça
BDP C – Newport

HPE-25 – Ginga
C-30 – Caballo Loco
Clássicos – Madrugada
Mini – Daddy-O
Multicascos – Maré XX

Veja os resultados completos no site oficial do evento: sivilhabela.com.br/resultados

aqui da pra colocar mais informações