Outubro Rosa – Ilhabela contra o Câncer de Mama

04
outubro, 2016
Notícias
550
visualizações
Ampliar
14
Ampliar!
Imprimir!
Opções do post

5 coisas que você precisa saber sobre Câncer de Mama neste Outubro Rosa

1

O que é?

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres em todo o mundo. Em 2016, só no Brasil, são esperados 57.960 novos casos da doença. É causado pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. Há vários tipos de câncer de mama e a velocidade do desenvolvimento varia de acordo com cada tipo, por isso é importante diagnosticar o quanto antes. O Outubro Rosa nasceu na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama, por meio da informação e conscientização.

Existe tratamento para câncer de mama e o Ministério da Saúde oferece atendimento gratuito por meio do Sistema Único de Saúde, o SUS.

2

O que aumenta o risco?

O câncer de mama não tem somente uma causa, veja as principais:

  • Idade: é um dos principais fatores de risco para a doença, pois cerca de quatro em cada cinco casos ocorrem após os 50 anos.
  • Fatores ambientais e comportamentais: obesidade e sobrepeso após a menopausa; sedentarismo (não fazer exercícios); consumo de bebida alcoólica; exposição frequente a radiações ionizantes (Raios-X).
  • Fatores da história reprodutiva e hormonal: primeira menstruação antes de 12 anos; não ter tido filhos; primeira gravidez após os 30 anos; não ter amamentado; parar de menstruar (menopausa) após os 55 anos; uso de contraceptivos hormonais (estrogênio-progesterona); ter feito reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de cinco anos.
  • Fatores genéticos e hereditários: história familiar de câncer de ovário; casos de câncer de mama na família, principalmente antes dos 50 anos; história familiar de câncer de mama em homens; alteração genética, especialmente nos genes BRCA1 e BRCA2.

Atenção: a presença de um ou mais desses fatores de risco não significa que a mulher necessariamente terá a doença. De qualquer forma, vale procurar seu médico e se informar.

3

Como prevenir?

Cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis como:

  • Praticar atividade física regularmente;
  • Alimentar-se de forma saudável;
  • Manter o peso corporal adequado;
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Amamentar.
4

Como reconhecer os sintomas?

É importante que as mulheres observem suas mamas sempre que puderem (seja no banho, no momento da troca de roupa ou em outra situação do cotidiano), sem técnica específica, valorizando a descoberta casual de pequenas alterações mamárias.

Os principais e sintomas do câncer de mama são:

  • Caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor;
  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;
  • Alterações no bico do peito (mamilo);
  • Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço;
  • Saída espontânea de líquido dos mamilos
  • As mulheres devem procurar imediatamente um serviço para avaliação diagnóstica ao identificarem alterações persistentes nas mamas. No entanto, tais alterações podem não ser câncer de mama.
5

Qual a importância da detecção precoce?

O câncer de mama pode ser detectado em fases iniciais, em grande parte dos casos, aumentando as chances de tratamento e cura. A maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres, por isso a importância em se tocar e examinar.

Além de estar atenta ao próprio corpo, também é recomendado que mulheres de 50 a 69 anos façam uma mamografia de rastreamento (quando não há sinais nem sintomas) a cada dois anos. Esse exame pode ajudar a identificar o câncer antes do surgimento dos sintomas.

Nesse Outubro Rosa, ajude a compartilhar as informações com sua família e amigas, só assim será possível diminuir o número de casos do câncer de mama no país. Saiba mais acessando a cartilha do INCA, nesse link.

Fonte: INCA

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a comentar.

aqui da pra colocar mais informações