Balada em Ilhabela: puro luxo com vista pro mar

08
dezembro, 2016
Dicas
2108
visualizações
Ampliar
14
Ampliar!
Imprimir!
Opções do post

Sol, mar, drinks, conforto e DJ: a aposta dos clubes de praia pra você relaxar e se divertir na balada em Ilhabela

Por Alessandra Stefani

Imagine você numa pista de dança ao redor da piscina, tomando um drink daquele todo colorido e tirando uma selfie com gente que acabou de conhecer, enquanto curte música eletrônica com o sol se pondo e o mar ao fundo. Coisa das badaladas praias europeias do Mediterrâneo? Que nada. A cena é 100% verde-amarela. A moda da balada pé na areia pegou, desembarcou em Ilhabela e, ao que tudo indica, veio pra ficar.

Festa no Sea Club (Imagem: Divulgação/Sea Club)

Festa no Sea Club
(Imagem: Divulgação/Sea Club)

A ideia da balada em Ilhabela é curtir o visual, relaxar e se divertir, tudo ao mesmo tempo. E vai dizer que as praias esverdeadas da ilha não têm a cara disso? Aqui, a natureza fez o trabalho dela e os empresários, o deles. À beira-mar, construíram “beach clubs” ou clubes de praia top: coisa fina, com faixa de areia, deck, espreguiçadeira, piscina, culinária sofisticada e, claro, muita música com DJ’s renomados. Um luxo só!

Piscina do Sea Club (Imagem: Divulgação/Sea Club)

Piscina do Sea Club
(Imagem: Divulgação/Sea Club)

O Sea Club é um deles. São 3.900m² de área bem de frente para a Praia do Saco da Capela. De domingo à sexta, o atendimento é no formato Day Club: adulto desembolsa 50 reais e criança, 25, pra passar o dia curtindo o clube, almoçando à beira-mar. “Nesses dias, o espaço é frequentado por gente de todas as idades e o ambiente é mais familiar”, explica Leandro Pereira, do departamento de marketing.

Sea Club Ilhabela (Imagem: Divulgação/Sea Club)

Sea Club Ilhabela
(Imagem: Divulgação/Sea Club)

Mas é no sábado, com as “Sunsets”, que o clima esquenta. “Elas são frequentadas por gente de 18 a 35 anos e reúnem umas 1.200 pessoas”, conta Leandro. Festa do tipo que pai de adolescente iria adorar: começa a partir das 14h e não passa das 22h. Um tipo de entretenimento que está virando tendência, ele diz. A galera se diverte, volta mais cedo pra casa (ou para o hotel) e ainda consegue aproveitar o dia seguinte. O Sea Club tem 20 sunset parties por ano e duas festas noturnas: uma no encerramento da Semana de Vela, em julho, e outra no dia 31 de dezembro, no Réveillon, que é sempre temático. Esse ano, o tema é “Thailand”.

DJ tocando no Sea Club (Imagem: Divulgação/Sea Club)

DJ tocando no Sea Club
(Imagem: Divulgação/Sea Club)

Um outro point badalado de Ilhabela é o DPNY, um hotel pé na areia na Praia do Curral. Mesmo esquema “diversão/tranquilidade” num pacote só. Pufes, colchões, piscina, restaurante, música ambiente e um “detalhe” a mais: spa. Sim, um agrado para o corpitcho! Que mordomia!

Espaço pra relaxar no DPNY (Imagem: Divulgação/DPNY)

Espaço pra relaxar no DPNY (Imagem: Divulgação/DPNY)

É que a pegada aqui é mais romântica. E a trilha sonora, é claro, acompanha essa atmosfera. Rola “deephouse, que proporciona uma experiência única de sons e sensações pé na areia”, diz Andreia Souza, diretora de vendas e comunicação da casa. Música é assunto tão sério lá que o hotel já lançou 4 CD’s com selo próprio. E a partir de 300 reais para dois adultos, quem não é hóspede consegue aproveitar toda a estrutura do espaço das 9h às 18h.

Piscina do DPNY (Imagem: Divulgação/DPNY)

Piscina do DPNY
(Imagem: Divulgação/DPNY)

Mas e festa com DJ, que vara a madrugada? Lá tem, mas só no Réveillon. Que é quando rola outra balada organizada pelo Café de la Musique, ali perto, também no Sul da ilha. Sabe aquele dining club de Sampa, cheio de gente famosa? É o próprio. Pelo segundo ano, o pessoal de lá escolheu Ilhabela pra fazer a virada.

Open bar com uísque, vodka, cerveja, energético, gim, refrigerante e água; mesa de frutas; queima de fogos e muita música lá no casarão histórico da Praia da Feiticeira. Uma mansão top, de frente para o mar, numa das maiores ilhas marítimas do Brasil. Chique no último! São esperadas 1.500 pessoas na festa. O ingresso feminino varia de 400 a 550 reais e o masculino, de 550 a 800. Mas quanto mais perto da virada, a tendência é o preço subir. Se está a fim de ir, corre pra garantir o seu! Mais informações aqui.

Festa de Réveillon Café de La Musique em Ilhabela (Imagem: Divulgação/Cafe de La Musique)

Festa de Réveillon Café de La Musique em Ilhabela (Imagem: Divulgação/Cafe de La Musique)

Em Ilhabela é assim: curtição do amanhecer até o dia seguinte. E o melhor, com um baita “visu” pra assistir de camarote, nos dois sentidos.

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a comentar.

aqui da pra colocar mais informações